domingo, 28 de maio de 2017

A Culpa é minha XD

Um update depois de anos! Uau! Já nem lembrava do layout do Blogger (que vergonha!).  O motivo é excepcional =D

Lancei uma história em quadrinhos da coleção Ugrito da UgraPress, o de número 11, que se chama "Culpa". 


Essa é uma foto do dia do lançamento na loja da Ugra (Rua Augusta, 1371, loja 116 - São Paulo, SP).
"Culpa" pode ser comprado aqui. (dá pra ver o Timelapse do Thiago Souto - muito bom! - e amendoins gostosos =D) 

Agradeço demais ao Douglas e à Dani pelo convite! A Bianca Pinheiro também me honrou com um texto dela (que vocês podem ler no link de compra) - mil obrigadas!

Também já agradeci mas agradeço de novo a todo mundo que apareceu no lançamento (que foi no dia 29 de abril de 2017 - quase um mês atrás). Como eu queria voltar a alimentar este espaço abandonado, nada melhor que retomar por cima =) 

A coleção Ugrito tem HQs de nomes como Juscelino Neco, Chiquinha, Marcatti, Thiago Souto, e pode ser vista aqui. Eu já colecionava bem antes de ter sido convidada, e são pequenas jóias em forma de quadrinhos. Depois de ter feito o "Culpa" (nome se aplica também ao meu sentimento por ter atrasado todos os prazos), vi como é difícil fazer uma história, mesmo que seja curta. 16 páginas, formato pequeno, mas foi um esforço gigante para bolar a HQ. Alguns dos Ugritos são simplesmente geniais (not mine of course) e admiro ainda mais os autores agora. 

É estranho porque como leitor, a gente lê e acha que foi "sem esforço", como se as histórias brotassem prontas, e desenhar fosse o mais difícil. Planejar essas 16 páginas, que surgiram depois de muitas ideias descartadas, várias folhas de fichário escritas, com versões da mesma história com finais diferentes - na verdade não diferentes, mas onde terminar? como terminar? Podia fazer o corte depois, mas e se fizesse antes? - foram 4 meses nessa busca, e até hoje  acontece de folhear um caderno e me surpreender ao me dar de cara com algumas ideias descartadas, seja porque na prática não caberia nas 16 páginas do Ugrito de maneira satisfatória, ou porque poderia ser até mais curta, ou patéticas demais, sei lá. 

Sei que aprendi que eu mesma coloquei algumas barreiras para mim mesma, algumas censuras e pré-conceitos descabidos, achando que tinha que me encaixar em uma forma, mas graças à paciência da minha terapeuta, e à paciência do Douglas , essas ideias "erradas" e muitos medos foram caindo. Só assim saiu a HQ, do jeito que saiu. Me emociona a reação das pessoas, pois é uma HQ muito pessoal. Me dói que doa para alguns, e sinto muito. 

Acabei escrevendo demais, mas achei importante. Eu sou insegura demais, tenho uma voz interna que me fala coisas horríveis, pensei em desistir, mas ficou pronto, olha só. 

Que mais pessoas que lidam com insegurança, com vozinhas horríveis, consigam dar uma volta, despistá-las um pouco, para terminar mais HQs. =)

(e terapia ajuda, pra quem estiver relutante em ir atrás, mas lida com insegurança, ansiedade, depressão... a ponto de não conseguir fazer muita coisa. Quem não tem condições, dá pra procurar em faculdades que tenham curso de psicologia)

É isso =) obrigada pela leitura! 

P.S.: ah, e o Quadrinhos A2? O trabalho árduo fica com o Paulo, que bola as HQs, planeja cada página com seus layouts... eu só dou pitaco e desenho =D Happy Happy Joy Joy